sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

BOÇAL



BOÇAL

Hoje você me chamou de “boçal”!.
“BOÇAL!” Você é uma boçal.
Declarou em alto e bom som
Engoli, rasgando. Que mau!!!

Boçal rima com lamaçal.
Magoa uma mulher, sem igual.
Seria uma anormal?
Talvez, marginal!!

Teria a malícia de um farsante?
Inocência infantil?
Um ser não pensante!.
Algo assim, nunca se viu.

Não digeri; Regurgitei, caiu mal.
“Boçal”! Ai, que dor infernal!
Que fazer? Engolir um Sonrisal?

“Eu”! “Boçal!”....
Refleti, logo conclui:
_  Vias, refletida em meus olhos, tua face animal.

Liabel
Direitos autorais reservados. Reg.Mec.152.128 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, aqui você é bem vindo para comentar avontade. Se for criticar, que seja com respeito!

Obrigada Por comentar.